dedicação pela vida

Abrace oferece tratamento odontológico de graça para família de assistidos

Assistência completa garante ainda atendimento psicológico.

Às vezes é bom parar para refletir sobre algumas coisas. Qualquer pessoa que tem câncer ou alguma doença mais delicada inspira cuidados mais intensos. Já imaginou, então, quando essa pessoa é uma criança? Nem sempre ela sabe tudo o que pode e o que não pode fazer e os riscos que uma brincadeira mais simples pode trazer. Aliás, nem os pais sabem. Sabia que se alguém com um simples herpes, por exemplo, ficar perto de uma criança com a imunidade mais baixa já pode ser perigoso?

“A criança fica com a imunidade baixa por causa de tratamentos, como a radio e a quimioterapia e isso influencia no aparecimento de doenças, como cáries e mucosite, que são feridas na mucosa da boca”, explica a endodontista voluntária da Abrace, Dra. Fernanda Pereira.

Esse é um dos cuidados pelos quais toda a família da Elisângela Cordeiro passa. Ela tem 39 anos e é mãe do Denis Bleiner Souza, de 13. Ele descobriu um câncer do cérebro quando tinha 10 anos e começou a fazer o tratamento no Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB). “Meu chão caiu, eu não sabia o que fazer, mas através da Abrace consegui o apoio necessário para lidar com a doença”, conta a mãe.

Para evitar qualquer tipo de contaminação e infecção, o Denis faz tratamento odontológico no HCB. Enquanto isso, o restante da família também faz tratamento com dentista, gratuitamente, na sede da Abrace. “A família é encaminhada ao Núcleo de Atenção e Assistência (NAA) e uma assistente social verifica quais são as necessidades, por exemplo, de receber uma cesta básica, um complemento de alimentação, algum pedido para compra de remédio feita pelo médico do HCB. E a mãe ainda pode agendar uma consulta com um dos dentistas voluntários, para não ficar esperando na fila dos postos de saúde, que pode demorar até meses”, esclarece a diretora de Assistência Social e Hospitalar, Maria Ângela Marini.

clinica

Além disso, o NAA oferece ainda consultas com psicólogos voluntários e promove encontros mensais que reúnem as mães dos assistidos para palestras e troca de experiências com outras mães. Elisângela conta que essa assistência completa mudou a realidade dentro da casa dela: “Aquela sensação de caos acabou, hoje eu consigo manter um diálogo com meu marido e meus filhos, até o Dênis, que era mais arisco ao pai, hoje conversa numa boa com ele. Todos entenderam que o Dênis precisa de um cuidado a mais e ninguém fica me cobrando mais atenção. Nós saímos para um passeio no parque, por exemplo, e não ficamos brigando o tempo todo. A Abrace nos dá apoio físico e psicológico para lidar com toda a situação”.

Elis

Para Maria Ângela Marini, a família que recebe um diagnóstico de câncer ou alguma outra doença hematológica precisa desse suporte: “Aqui, na Abrace, ela encontra um pouco de colo e orientação para buscar a tranquilidade e o equilíbrio emocional, que ajudam a lidar com a doença e a nova realidade da família. É para isso que a Abrace existe”.

by acls us
Abrace

Endereço:

QE 25, Área Especial I
CAVE. Guará II
Brasília - DF
CEP: 71025-015.
Abrace Saiba como chegar