dedicação pela vida

Assistidos da Casa de Apoio da Abrace terão acesso à educação continuada por meio de classes escolares

Esta semana o subsecretário de Planejamento, Acompanhamento e Avaliação de Educação do GDF, Fábio Pereira de Sousa esteve na Abrace e anunciou uma novidade: Já estão disponíveis os professores da Secretaria de Educação que darão aulas para as crianças e adolescentes assistidos da instituição que se hospedam na Casa de Apoio.

Trata-se de um projeto da Abrace e que agora, ganha formas. As aulas serão realizadas no Espaço Pedagógico, localizado na sede da instituição. O local foi construído com o apoio da campanha McDia Feliz e da sociedade e foi pensando para atender aos assistidos que se hospedam na Casa de Apoio passando, assim, a ter acesso à educação continuada por meio de classes escolares.

Sala de Aula II

Com o tratamento, muitos assistidos precisam sair de seu estado de origem e acabam deixando para trás o ano letivo. O Espaço Pedagógico possibilita o retorno desses pequenos à escola de origem, sem prejuízo, combatendo o analfabetismo e o abandono da sala de aula que, muitas vezes, ocorre em função do tempo de tratamento. Além disso, também serão atendidos os assistidos que já residem e estudam em Brasília, mas que precisam de reforço escolar.

Com a novidade, o Espaço Pedagógico vai começar a funcionar com sua capacidade total. De acordo com o subsecretário, a Abrace vai ter um professor para dar aulas para os assistidos do 1º ao 9º ano. As classes serão divididas em dois turnos: do 6º ao 9º ano de manhã, e do 1º ao 5º ano à tarde. “Vamos montar classes escolares vinculadas ao Centro de Ensino Fundamental nº 05, do Guará. Um ganho enorme para a comunidade atendida pela Abrace”, comemorou Fábio.

Sala de Aula I

A previsão é de que as aulas comecem no dia 07 de agosto. É ou não é uma notícia maravilhosa? A Maria Eduarda Amorim, de 5 anos, que veio de Araguarina (TO) para tratar um tumor aprovou a ideia: “Vai ser muito legal poder estudar numa escolinha aqui, dentro da Casa de Apoio, com os outros amigos”.

A diretora de assistência social e hospitalar, Maria Ângela Marini, não vê a hora das aulas começarem. “Além das crianças não interrompem os estudos regulares e poderem aproveitar depois as matérias que serão ensinadas, essa parceria representa para elas uma mudança na rotina entre a Casa de Apoio e o Hospital da Criança de Brasília José de Alencar. E é ainda uma forma delas terem uma esperança de que vão voltar para a vida que deixaram para trás, antes de iniciarem o tratamento. As aulas vão influenciar, inclusive, a recuperação mais rápida delas”, esclareceu.

by acls us
Abrace

Endereço:

QE 25, Área Especial I
CAVE. Guará II
Brasília - DF
CEP: 71025-015.
Abrace Saiba como chegar