dedicação pela vida

Uma manhã encantadora

Evento Abrace aproxima doadores da instituição e os deixa encantados com o trabalho

Trimestralmente acontece na Abrace o evento destinado a quem faz a instituição continuar sua história: os contribuintes. Os doadores são convidados a conhecer de perto o trabalho que está por trás da sua solidariedade.

Na última edição, que aconteceu no quarto sábado do mês de junho, o clima frio não intimidou a família Dias a vir até a Abrace. O pequeno Artur Dias, de oito anos, estava bem acordado, às 9h30 da manhã, e atento ao lado dos pais, Elaine Dias e Ítalo França. A mãe explica que acha importante o filho crescer conhecendo a realidade. “Ele deve aprender a ajudar”, afirma. O casal ajuda há dois anos a instituição. Eles tiveram a ideia de fazer isso ao conhecerem por meio da mídia as ações que a Abrace realiza. “Mais importante que ajudar financeiramente é estar presente”, diz Ítalo que se sentia ansioso pela visita.

 A visita é feita em grupos. Os doadores chegam, realizam o credenciamento e assistem ao vídeo institucional. A representante da diretoria agradeceu pela presença de cada um, “heróis são aqueles que abraçaram a causa”, ressaltou Lysia Alarcão, diretora administrativa financeira. A partir de então, começa a caminhada por cada cômodo da Casa de Apoio e do Espaço Pedagógico. Os voluntários estão presentes a todo momento, dando suporte.

Tudo o que foi mostrado encantou o casal Wilson e Sebastiana Silva. “Achava que era uma casinha que dava assistência e fiquei impressionada com o tamanho, o cuidado, com a disposição e amor, principalmente dos voluntários”, lista Sebastiana. Os dois senhores moram no Espírito Santo, vieram passar férias com Marlene Silva, uma grande amiga, no Distrito Federal e foram convidados por ela para conhecer a Abrace. Ela é doadora há 20 anos, parou de ajudar quando mudou para Vitória, mas ao retornar, já no primeiro mês, voltou a contribuir. “Quando conheci a Abrace era uma coisa pequena. É um grande avanço tudo que estou vendo aqui”, elogia Marlene.

O impacto em Sebastiana foi tanto que ao finalizar a visita ela prometeu que quando retornasse a sua cidade viraria voluntária em alguma instituição local. “Já falei para o Wilson [seu marido] que quando voltarmos vamos entrar. Estou com duas amigas em processo de tratamento de câncer e a gente vê como elas necessitam de amor”, conclui a mulher que tinha os olhos marejados, não conseguindo mais esconder a emoção.       

 

by acls us
Abrace

Endereço:

QE 25, Área Especial I
CAVE. Guará II
Brasília - DF
CEP: 71025-015.
Abrace Saiba como chegar