dedicação pela vida

Comprometidos e envolvidos com a missão da Abrace, voluntários dedicam o seu tempo e talento nas atividades com os colaboradores da instituição

 

Ninguém faz nada sozinho. E na Abrace não é diferente. São colaboradores e voluntários ativos que,  juntos,  atuam na missão de buscar permanentemente a excelência na assistência social às famílias de crianças e adolescentes com câncer e hemopatias. Profissionais que atuam com o seu conhecimento, talento, amor, tempo e disposição em atividades administrativas, de gestão, em eventos, recreação e muitas outras. Alguns trazem o seu potencial profissional para complementar o trabalho da equipe da instituição.

 

A jornalista Giovanna Carvalho, por exemplo, trabalha há dois meses no Núcleo de Comunicação e Eventos (NCE) como voluntária. Ela conta que sempre gostou de atuar em projetos em prol da comunidade e, quando soube da oportunidade de somar o seu conhecimento profissional com o voluntariado, não hesitou em procurar a instituição.

 

"Todo o trabalho da Abrace flui com amor. São várias trajetórias com o mesmo objetivo em comum: ajudar quem precisa. Mais que um trabalho, ser jornalista voluntária na Abrace é um momento de doação e aprendizado que tem me feito crescer e evoluir muito. Toda vez que chego na instituição canalizo minhas energias e criatividade para dar o melhor de mim em cada demanda que faço", comenta Giovanna.

 

Assim como ela, a dentista Yvna de Albuquerque doa sua vida para o trabalho voluntário. Desde 2005, ela se dividia entre seus afazeres e a atividade de dentista no consultório odontológico da Abrace. Hoje, aposentada, ela dedica as suas horas não só à instituição, divide-se entre projetos na Amazônia, no Haiti, na África e onde mais precisar. “Graças a Deus tudo dá certo. Sempre gostei de trabalho voluntário e aqui [na Abrace] é bem tranquilo, atendo clínica geral. O sentimento é muito prazeroso e gratificante”, diz a veterana.

 

O envolvimento é algo marcante nesse tipo de atividade. Yvna explica que é comovente ver a falta de condição financeira das pessoas que atende. “Sempre procuro fazer o máximo para evitar que a pessoa tenha que vir mais vezes até aqui. Às vezes não tem como ficar vindo várias vezes, é um prejuízo que a gente não sabe. Por exemplo, pode ser uma mão-de-obra para chegar até aqui ou não ter com quem deixar o filho”, relata. Ela confessa que é um pensamento sempre presente nela quando está desenvolvendo o voluntariado, por isso dá o seu melhor e tenta agilizar para fechar o trabalho.

Trabalho e solidariedade compartilhada

A Abrace sobrevive de doações da comunidade. São apoiadores, empresas parceiras, pessoas físicas e jurídicas que garantem o custeio e continuidade do trabalho da instituição. Sobre a sua estrutura organizacional, uma parte da força de trabalho é composta por funcionários contratados e a outra por voluntários, incluindo toda a diretoria e presidência.

 

Os funcionários contratados trabalham nas áreas administrativas e de gestão. Já os voluntários, além de poder atuar nessas áreas, também podem ajudar na parte social, como: passeios, contação de histórias, atividades nas brinquedotecas, aulas e terapias integrativas.

 

Sobre o voluntariado da Abrace

Para atuar como voluntário da Abrace, é importante que a pessoa esteja atenta às condições e regras de conduta, além da responsabilidade e comprometimento com a sua atividade. O trabalho não é remunerado, não gera vínculo empregatício e o voluntário precisa ter disponibilidade mínima de 4 horas semanais para atuar na atividade de interesse.

Para a Abrace, voluntários são anjos em ação que trazem o seu trabalho, respeito e carinho para a humanização das atividades realizadas na instituição. Quer ser também um anjo? O contato é: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. e telefone (61) 3209 8800. 

by acls us
Abrace

Endereço:

QE 25, Área Especial I
CAVE. Guará II
Brasília - DF
CEP: 71025-015.
Abrace Saiba como chegar