dedicação pela vida

Assistidos da Abrace participam de tarde cultural no Sesc

Para comemorar 33 anos de atuação da Abrace, que tal uma pitada de arte e diversão? Com essa proposta, no dia 14 de maio, famílias assistidas pela instituição ganharam uma programação especial bem diferente do cotidiano do tratamento contra o câncer. 

O transporte foi oferecido gratuitamente pela Moura Transportes e cerca de 40 pessoas participaram do evento, realizado no Sesc Presidente Dutra, que fica no Setor Comercial Sul. Primeiro, silêncio total no auditório e olhos vidrados no professor Cleverton Silva tocando viola de arco, instrumento musical da família do violino. Ele trouxe para os convidados um repertório que ia do clássico ao moderno.

Passeio no sesc 1

Depois disso, foi a hora da Jô Gomes, dançarina especializada em estilos afro, agitar a plateia com movimentos que uniam funk, passinho e até mesmo kuduro. “Foi muito legal. Todos se divertiram e interagiram. Se não estivessem em um teatro, teriam caído na dança”, disse com um largo sorriso no rosto.

Passeio no sesc 2

E já que o rap pode ser usado como instrumento de reflexão, o músico Lio, do grupo Liberdade Condicional, soltou a rima para falar de sustentabilidade e trouxe canções em hebraico. A novidade surpreendeu até mesmo Mayara da Silva, mãe do Pedro Henrique, 10 anos. Ela está aprendendo a língua israelense e adorou a apresentação. “Foi muito diferente. Estou estudando e sabia algumas palavras, mas nunca tinha visto alguém cantar rap nessa língua”, comentou a mãe.

Passeio no sesc 3

Após as apresentações, chegou a hora de apagar as luzes e assistir a uma divertida sessão de cinema. Apesar do escurinho, as gargalhadas revelavam que o longa metragem infantil foi mais que aprovado. “Muito bom o filme. Foi uma tarde muito legal”, Kassius Duarte.

Passeio no sesc 5

Além de todas as atrações, as famílias convidadas ainda tiveram acesso à Mostra Brasiliense de Arte Urbana, uma exposição com obras de quatro dos artistas da nova geração da cidade. Todos os artistas envolvidos na comemoração participaram voluntariamente do evento, mobilizados por meio das redes sociais pela Aryane Sánchez, Gestora Cultural do Sesc DF. “Fizemos uma força tarefa voluntária e amorosa para dar um pouco de alegria e encantamento para essa galerinha guerreira nesse dia especial”, explicou Aryane.

Passeio no sesc 4

Para encerrar o passeio, não podia faltar o bolo, que foi doado pela Heloísa Lima, do Clube do Choro de Brasília. Após cantar o tradicional “Parabéns”, as crianças e adolescentes assistidos pela Abrace assopraram juntos as velinhas. “Um feliz aniversário para nós. Estamos celebrando o aniversário da Abrace com aqueles que são a razão do existir dessa instituição", destacou a presidente da Abrace, Maria Angela Marini.

Passeio no sesc 6

Texto: Arisson Tavares

 

Assistidos da Abrace participam de tarde cultural no Sesc

Para comemorar 33 anos de atuação da Abrace, que tal uma pitada de arte e diversão? Com essa proposta, no dia 14 de maio, famílias assistidas pela instituição ganharam uma programação especial bem diferente do cotidiano do tratamento contra o câncer.

O transporte foi oferecido gratuitamente pela Moura Transportes e cerca de 40 pessoas participaram do evento, realizado no Sesc Presidente Dutra, que fica no Setor Comercial Sul. Primeiro, silêncio total no auditório e olhos vidrados no professor Cleverton Silva tocando viola de arco, instrumento musical da família do violino. Ele trouxe para os convidados um repertório que ia do clássico ao moderno.

(Foto dele tocando música clássica)

Depois disso, foi a hora da Jô Gomes, dançarina especializada em estilos afro, agitar a plateia com movimentos que uniam funk, passinho e até mesmo kuduro. “Foi muito legal. Todos se divertiram e interagiram. Se não estivessem em um teatro, teriam caído na dança”, disse com um largo sorriso no rosto.

(Foto dela durante a apresentação)

E já que o rap pode ser usado como instrumento de reflexão, o músico Lio, do grupo Liberdade Condicional, soltou a rima para falar de sustentabilidade e trouxe canções em hebraico. A novidade surpreendeu até mesmo Mayara da Silva, mãe do Pedro Henrique, 10 anos. Ela está aprendendo a língua israelense e adorou a apresentação. “Foi muito diferente. Estou estudando e sabia algumas palavras, mas nunca tinha visto alguém cantar rap nessa língua”, comentou a mãe.

(Foto d a apresentação de rap)

Após as apresentações, chegou a hora de apagar as luzes e assistir a uma divertida sessão de cinema. Apesar do escurinho, as gargalhadas revelavam que o longa metragem infantil foi mais que aprovado. “Muito bom o filme. Foi uma tarde muito legal”, Kassius Duarte, xx anos.

(Foto do Kassius ao lado da mãe)

Além de todas as atrações, as famílias convidadas ainda tiveram acesso à Mostra Brasiliense de Arte Urbana, uma exposição com obras de quatro dos artistas da nova geração da cidade. Todos os artistas envolvidos na comemoração participaram voluntariamente do evento, mobilizados por meio das redes sociais pela Aryane Sánchez, Gestora Cultural do Sesc DF. “Fizemos uma força tarefa voluntária e amorosa para dar um pouco de alegria e encantamento para essa galerinha guerreira nesse dia especial”, explicou Aryane.

(Foto da Aryane com a Maria Angela)

Para encerrar o passeio, não podia faltar o bolo, que foi doado pela Heloísa Lima, do Clube do Choro de Brasília. Após cantar o tradicional “Parabéns”, as crianças e adolescentes assistidos pela Abrace assopraram juntos as velinhas. “Um feliz aniversário para nós. Estamos celebrando o aniversário da Abrace com aqueles que são a razão do existir dessa instituição", destacou a presidente da Abrace, Maria Angela Marini.

(Foto das crianças assoprando o bolo)

by acls us
Abrace

Endereço:

QE 25, Área Especial I
CAVE. Guará II
Brasília - DF
CEP: 71025-015.
Abrace Saiba como chegar