Exposição “Emoções” celebra os 10 anos de funcionamento do HCB

As fotos trazem esperança e arte para pacientes e acompanhantes
Publicado dia 25/06/2021 às 23h00min

Se uma imagem pode falar mais do que mil palavras, a exposição de fotos "Emoções" é um grande exemplo disso. Em pleno período de distanciamento social por conta da pandemia da Covid-19, a mostra traz momentos vivenciados por crianças e adolescentes ao longo dos 10 anos de funcionamento do Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB), reduzindo um pouco a saudade do contato físico e demonstrações de afeto e amor.

A exibição conta com seis totens e foi inaugurada no dia 25 de junho, no Hall Central do HCB. Para o presidente do Instituto do Câncer Infantil e Pediatria Especializada (ICIPE), Francisco Cláudio Duda, a interação com as fotos impressas ficou ainda mais forte em um ano tão virtual, oferecendo arte para os pacientes e acompanhantes dentro do próprio hospital. "Eu nem lembro a última vez que peguei em uma foto de papel. Uma exposição física é muito importante. Nós não podemos ir mais a museus e a teatros. Então isso também é muito bom", destacou durante a cerimônia de abertura.

Além de momentos marcantes, um dos totens recebeu o nome de Florescer, mostrando os espaços verdes do hospital e passando uma mensagem de otimismo. "Que a gente possa ter essas emoções com esse florescer. Eu acho que é uma forma também de reagir a essa situação de tanta dificuldade", disse o superintendente executivo do HCB, Renilson Rehem.

A Abrace, que construiu o primeiro bloco do hospital com apoio da sociedade, não podia ficar de fora dessa linda exposição. Fotos registraram a interação dos voluntários e até mesmo emocionantes campanhas da instituição, como o Lenço Solidário. 

Durante a solenidade, a presidente da Abrace, Maria Angela Marini, compartilhou uma frase do escritor Fernando Pessoa: "Nunca conseguiremos encontrar algumas respostas nesta vida se nos focarmos unicamente nos cinco sentidos físicos do corpo. Precisamos fechar os olhos e olhar para quem somos. Procurar usando a alma e não os olhos, os ouvidos ou as mãos. Podemos aprender muitas coisas sem mesmo nos darmos conta disso". 

A exposição é gratuita e segue até o fim das comemorações dos 10 anos de funcionamento, no Hall Central do Hospital da Criança de Brasília José Alencar.


Texto e fotografia: Arisson Tavares


Acompanhe a Abrace.

Não perca nossos eventos, materiais educativos e informações sobre a luta contra o câncer infantojuvenil. Inscreva-se para receber por e-mail.