Abrace

Abrace arrecada 9,5 milhões para compra de equipamento de ressonância magnética

A solidariedade transforma o impossível em realidade. Uma prova disso foi a entrega simbólica no valor de 9,5 milhões de reais, recebida pela Abrace em uma cerimônia no Palácio do Buriti, realizada no dia 13 de outubro. O recurso será investido na aquisição de um equipamento de ressonância magnética para o Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) e a obra de adequação do espaço físico para instalação do novo aparelho, fundamental para aprimorar o diagnóstico e acompanhamento de tumores cerebrais e outras patologias de média e alta complexidade.

O valor arrecadado é resultado de doações de pessoas e empresas por meio do Fundo Distrital dos Direitos da Criança e do Adolescente (FDCA). Ou seja, na hora de fazer a declaração anual do Imposto de Renda, a solidariedade falou mais alto e fez toda diferença no atendimento de crianças e adolescentes atendidos pelo HCB. “Demos mais um passo significativo em direção a uma cidade que entende de verdade o que é prioridade absoluta da infância e da adolescência”, destacou o Eduardo Chaves, presidente do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente do Distrito Federal (CDCA/DF), vinculado à Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus).

Essa não foi a primeira vez que o fundo transformou realidades de crianças e adolescentes por meio da Abrace. A construção do HCB, idealizado pela instituição, também contou com doações de pessoas físicas e jurídicas por meio do Imposto de Renda. “Foi um hospital construído a várias mãos”, lembrou a primeira-dama do Distrito Federal, Mayara Noronha Rocha, que participou da solenidade.

A cerimônia também contou com a presença da secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani, do secretário de Saúde do Distrito Federal, Manoel Pafiadache, e do presidente do Instituto do Câncer Infantil e de Pediatria Especializada (Icipe), Francisco Duda.

A previsão é que, após a instalação da nova ala de ressonância magnética, serão atendidas 20 crianças por dia, com a meta de 3,6 mil exames por ano. “Agradecemos a todos que contribuíram para que a Abrace caminhasse com esse projeto e chegássemos até aqui, neste momento, com uma grande esperança de executarmos com muita ética, transparência e compromisso”, disse a presidente da Abrace, Maria Angela Marini.

Texto e foto: Arisson Tavares

Compartilhe:

Notícias relacionadas

Uncategorized

Sonho de mar

Samantha tem 18 anos e vai conhecer o mar pela primeira vez. Ela enfrenta um câncer e está em cuidados paliativos com assistência da Abrace

Saiba mais »

Seja um Voluntário